terça-feira, 5 de novembro de 2013

Aceitando a vontade de Deus


Quando queremos alguma coisa ou buscamos a solução para uma situação/problema e pedimos a Deus, por mais pedimos que seja feita a vontade Dele, queremos que tudo seja conforme nossos planos que ora já traçamos mesmo sem aguardar a resposta de Deus.


Temos aceitado a vontade de Deus?



O que temos pedido a Deus ele responde conforme pedimos?


É fácil aceitar a vontade de Deus?



O próprio Jesus orou confrontando coma vontade de Deus, vamos ler Mateus 26: 39, somente a primeira parte do versículo. “E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.”



o texto nos faz refletir que Jesus preferia que a profecia fosse cumprida de outra forma, talvez menos dolorosa.
O apóstolo Paulo também em um momento do seu ministério tentou fazer da sua vontade a vontade de Deus, leiamos em 2 Coríntios 12:7-8 “Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar.
Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim.”



observe que Paulo andava nos caminhos do Senhor, pregando a palavra e as suas vontades por alguns momentos estavam sem conexão com Deus, mas na sua oração ele é movido pelo Espírito Santo 2 Coríntios 12:9-10, “Mas ele me disse: Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.”
Queridos, o exemplo de Jesus e de Paulo mostra tantos os nossos desejos e vontades como também a vontade soberana de Deus em nossa vida. Vamos reler Mateus 26: 39, desta vez iremos ler todo o versículo “E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.”



Observe o reconhecimento da vontade de Deus por Jesus, entregando-se à vontade do Pai celeste.
Aprendemos com a oração de Jesus que não é que fácil viver a vontade de Deus, por isso ele nos diz em Mateus 26:41: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.”
Renunciar as nossas vontades não é fácil, mas seguindo o exemplo de Cristo Jesus, do Apóstolo Paulo e muitos outros que escolheram viver de acordo com a vontade de Deus temos a certeza da salvação. Podemos passar por tentações, desertos, mas A palavra de Deus nos conforta, sustenta e nos garante a vitória; Leiamos como ele nos diz em João 16:33 “ Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”

É preciso aceitar a vontade de Deus em nossa vida, pois Deus quer que todos nós sejamos salvos
2 Pedro 3:9 “O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Ao contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento.”

Deus quer que sejamos santificados, 1 Tessalonicenses 4:3 “Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da fornicação.”

Deus quer que sejamos abençoados, Salmos 84:11
“ Porque o Senhor Deus é um sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não retirará bem algum aos que andam na retidão.”
Precisamos nos colocar diante do Senhor pedindo diariamente para que os dê um coração capaz de aceitar sua vontade e renegar os nossos desejos. pois ele está do nosso lado atento ao nosso chamado como afirma em Jeremias 29:13 “ E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração.”
Que o Espírito Santo esteja sempre nos guardando e nos dando sabedoria para viver a vontade de Deus.


No amor de Cristo,


Cristina Torres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CAIXINHA DE PROMESSAS